Be Good

Loading...

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

O Lado de Lá do Ge

(...)

O lado de lá da lua
O lado de cá do sol
O lado de lá da rua
E o medo de virar pó

Um pouco demais de tudo
Uma sobra não recolhida
Um medo bobo do mundo
Uma metade mal enchida

Em segredos e mistérios
De poemas e canções
Minha vida (revertérios)
De segredos e ilusões

Me revelo e me escondo
Me encontro e me exponho
Me machuco e me reponho
Me descubro: sou só sonho

O lado de lá da lua
O lado de cá do sol
O lado de lá da rua
E o medo de ficar só

.

Um comentário:

Cesar Cruz disse...

Esse tá bonito, hein G.! Cheio da métrica e das rimas dos poemas clássicos! Gosto de poesia assim!!
O ladodeládomeuamigo! ahaha!

Parabéns, abss
Cesar